“E se eu não pensar em nada?”

Essa foi a última frase que coloquei no caderno após os oito intensos minutos de exercício do curso de escrita que estou fazendo no Sesc Belenzinho. A proposta era escrever sem parar, sem tirar a caneta do caderno. Haja assunto.
Não por nada, mas fiquei espantada com a orientação que veio em seguida: ficar mais tantos minutos sem pensar. Acho que oito, também.
Não pensar em nada é a coisa mais difícil que alguém pode me propor, e ando pensando sobre isso, e ensaiando para escrever um texto a respeito há algum tempo.

A sugestão de deixar os pensamentos fluírem sem que eu interferisse já tinha sido feita na segunda à noite, quando me dei uma nova chance de experimentar a aula de Hatha Yoga Contemporânea (e de não falar descontroladamente durante ela). Foi uma experiência muito marcante. Entrei cheia de desconfiança por causa de uma primeira experiência ruim com a Yoga, e saí como se tivesse tomado um calmante, feito uma hora de sessão de massagem e deitado numa banheira com sais.

Quando fechei os olhos no Sesc, mal acreditei na minha concentração, mesmo com 30 pessoas ao lado. Descobri que voltavam uns pensamentos nesse processo de tentar evitar eles e só prestar atenção na respiração, como sugerido, mas que eram mais espaçados. E que no vazio, eu tinha uma visão mais clara deles.
Então, ao invés de não pensar em nada, pensei que aquilo era uma utopia, mas que dava como resultado separar o que realmente precisava ser pensado.

Mais uma vez, quando nós “voltamos”, achei surrealmente propícia a nova orientação: a gente deveria colocar no papel as impressões sobre as ideias recorrentes, as que teimavam em voltar quando não deveríamos ter ideia alguma.

Foi uma aula meio sobrenatural, mas absolutamente terrena, porque depois de tudo, o Tiago Novais (nosso professor) ainda falou sobre a importância da distração para a criação. Era disso que falavam as palavras que jorrei na folha pautada.
Nada além da maravilha de estar na hora certa, no lugar certo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s